Pages - Menu

segunda-feira, 1 de março de 2010

Efeito sessão da tarde

- Um post feito no Tumblr
.

Sabe aquele efeito comédia romântica? A garota, o garoto e mais algumas piadas clichês? Hum. Ela não gosta dele no inicio e ele provoca ela, porque…. Afinal, nem ele sabe. Depois uma porção de fatos aleatórios remotamente engraçados faz com que a garota e o garoto se apaixonem. Aí ela descobre que ele é o príncipe da Dinamarca, mas ao invés de sair pulando de alegria como deveria ser, ela fica com raiva porque ele mentiu pra ela sobre isso. Então eles brigam e Fim. Não, claro que não. O príncipe volta pra Dinamarca e a garota percebe que está deixando o seu verdadeiro amor ir. Então, ela faz o que toda garota faria. (esquece o cara e segue em frente? Não) Compra uma passagem pra Dinamarca e vai ao encontro do seu amado. E é claro que ele aceita ela de volta no meio de uma linda rua abarrotada de gente e paparazzi para aplaudir e eternizar o momento. Ah, tudo tão sessão da tarde.
Essas coisas que colocaram nas nossas cabeças e que ficam repetindo como se fosse uma lavagem cerebral forçada. Há muito tempo desisti da concepção de príncipe. Fique com o reino da Dinamarca, querida. Isso é tão… Cor-de-rosa pra mim. Mas no fim nós queremos a mesma coisa que a menina acéfala do filme da sessão da tarde, não é? Nós não queremos estar sós. Algumas pessoas tem satisfação em nos dizer que “SIM, isso é possível”. O que? Encontrarmos o nosso amor verdadeiro e… Ah, a menina da sessão da tarde vai. Nós não. Aliás, se encontrarmos alguém ele com certeza não vai ser o príncipe da Dinamarca, digo, não vai ser tudo aquilo. Porque tudo aquilo não existe. Olá, realidade.

3 comentários:

Emerson Angels disse...

Eu concordo, mas também sei que as pessoas precisam sonhar, mesmo que seja as vezes essa ideologia empurrada pra sua cabeça!
Todos tem que ter alguma esperança mesmo tola!
Não?

Ivan Ryuji disse...

É, realmente...
Mas você consegue ver qual a necessidade desses filmes?
Pensa assim: e se, além de encararmos uma dura realidade todo santo dia, tivéssemos que visualizar somente a própria realidade em filmes, seriados, etc, não ia ser nada legal, né?
Sei lá, eu vejo mais por esse lado.
Claro que o "certo" é ninguém esperar uma vida de filme de sessão da tarde.. xD
hehe

Bjos

Ivan Ryuji
http://blogdoryuji.blogspot.com/

nanis disse...

As pessoas poderiam aprender a ler um livro bom ou talvez a apreciar uma série melhor. Enjoei desse efeito sessão da tarde q
Mas a própria realidade não faria sucesso num filme, não mesmo :)